Tag archives: livro

Quer ganhar um exemplar do livro mobilize?

Consegui 10 exemplares do mobilize para os leitores do Coxa Creme, mas para ganhar você precisa acertar uma pergunta. O primeiro que acertar cada pergunta leva.

  1. Quais os 4 consoles de games que eu tenho em casa?
    update: PS3, Wii, Atari, Telejogo. Ed Braz acertou.

  2. Qual filme da Disney minha filha acha muito chato?
    update: Corcunda de notre-dame. Israel Medeiros acertou.

  3. A maioria dos personagens que estão na minha estante foram criados por uma pessoa, qual o nome desta pessoa? (não precisa escrever a grafica correta)
    update: Shigeru Miyamoto. Renan acertou

  4. Quais são os itens 2, 3 e 4 da minha lista de ódio? Dica: é um animal, uma comida e um software.
    update: Pomba, carne moída e Lotus Notes. Hurmus acertou

  5. Qual foi o primeiro software que eu aprendi a mexer? Dica: é do começo da década de 80.
    update: VisiCalc .Madsea acertou

    Atenção, este mesmo post será atualizado para ter mais perguntas em breve.

    E fiquem espertos nos comments, eu posso dar algumas dicas.

Entrevista HSM, baixe o PDF

managementFui entrevistado pela revista HSM Management na edição de janeiro/fevereiro. Falamos sobre o livro, modelos de negócio, comunicação e muito mais.

A entrevista é de Adriana Salles Gomes, editora-executiva e Jorge Carvalho, coordenador de projetos especiais online.

O papo foi ótimo e rendeu algumas páginas que podem ser vistas baixando o PDF aqui.

HSM Management

Update: entrevista aqui

managementFui entrevistado pela revista HSM Management. Falamos sobre o livro, modelos de negócio, comunicação e muito mais.

A entrevista é de Adriana Salles Gomes, editora-executiva e Jorge Carvalho, coordenador de projetos especiais online.

O papo foi ótimo e rendeu algumas páginas que podem ser vistas na edição de janeiro/fevereiro (a que tem o Michael Porter na capa). Em breve deve ir para o site (só para assinantes).

Para dar o gostinho, deixo abaixo, uma trecho da entrevista.

Como se desenvolve esse espírito empreendedor pró-riscos na comunicação, no marketing, em tudo?

O risco tem de ser entendido de outra maneira. Em vez de ser analisado só pelo lado negativo, como é hoje, deve ser encarado como nos investimentos financeiros, também pelo aspecto positivo. Parece detalhe, mas isso muda tudo. Você aceita correr risco e pôr dinheiro em ações quando a alternativa é pôr dinheiro na poupança, não aceita? As empresas deviam fazer o mesmo. Elas só precisam conhecer o próprio perfil, como o investidor: ela é agressiva, moderada ou conservadora? De qualquer modo, com a internet, o custo da falha ficou muito menor, dá para arriscar mais arriscando menos.

Distribuir não é abrir mão

clique para ampliarCom mais um livro disponível na licença Creative Commons, tive uma pequena surpresa com a reação de algumas pessoas, que reclamaram que meu livro não estava aberto.

Aberto nos sentido de não permitir que qualquer um alterasse a obra sem a minha permissão.

Não basta disponibilizar o livro de graça, permitir a cópia e a distribuição. Não basta convidar vários formadores de opinião e professores para criarem suas próprias versões, isentas de censura e disponibilizá-las para download no site do próprio livro.

Foram tão poucos que nem merecem atenção. Uma minoria frente a grande quantidade de pessoas que agradeceu e elogiou a atitude. Mas existem dois pontos que mesmo as pessoas que elogiaram talvez não entendam, e por isso achei que valia a pena escrever sobre isso.

O primeiro é que não disponibilizo o livro na web por ser bonzinho. Faço porque é o que eu acredito que irá me trazer maiores benefícios, como modelo comercial e para o ambiente que vivo. Eu não vivo de vender papel e acredito que fomentar a cultura e a educação sempre trará benefício para todos, eu inclusive. Pode parecer um motivo nobre e piegas, mas é apenas uma visão racional, aderente ao conceito de sustentável que muitos acreditam hoje em dia.

O segundo ponto é que aderir ao Creative Commons não é abrir mão do meu conteúdo. Pelo contrário, uso a licença justamente para protegê-lo.

Quem acha que o Creative Commons é abrir mão do conteúdo tem a mesma mente velha daqueles que defendem as restrições com unhas e dentes.

Negar a cópia não protege nada e, ao mesmo tempo, permití-la não significa abrir mão.

A licença é uma maneira de disponibilizar o livro com regras claras e formais, o que não seria viável usando apenas a proteção padrão do direito autoral, que é castradora e limitada demais para o modelo de negócio desejo usar.

Por tudo isso, pelo menos para mim, esse pessoal que reclama parece apenas uma versão digital daqueles que invadem fazendas produtivas, gritando discursos socialistas, mas no fundo tem apenas uma causa política, a de mostrar pra gente que ainda existem imbecis na face da terra

ESPM sexta

Convidado pelo Prof. Vince, sexta-feira (amanhã), as 14 horas, vou bater um papo com o pessoal do blog Neuronio, iniciativa dos alunos do segundo ao sexto semestre de comunicação na ESPM. Falaremos sobre meu livro Onipresente e outros assuntos que pintarem.

É aberto para alunos, quem quiser participar é só falar com o Prof. Vince.

10ª Semana de Publicidade da PUC-SP

Próxima terça, dia 29/09, das 8:30 às 10h, estarei no Tucarena participando da 10ª Semana de Publicidade da PUC-SP.

Convidado pela Profa. Dra. Regiane Oliveira, farei a palestra do meu livro, O Marketing Depois de Amanhã, para depois discutir o tema com os alunos presentes.

FAAP – 32ª Semana da Comunicação

Próxima terça, dia 15, as 9 da manhã, terei o prazer de participar com meu amigo Patrice Lamiral, Diretor de Planejamento da RMG Connect, da 32ª Semana da Comunicação da FAAP.

Fui convidado pelo Prof. Eric Messa, que aliás, um dos formadores de opinião que convidei para fazer uma versão de meu último livro, que você pode conferir aqui.

Estaremos abrindo o evento com a palestra Comunicação Sem Formato. A ideia é expor rapidamente um conceito e depois abrir logo para a discussão.

Já temos um roteiro pronto e, claro, aceitaremos perguntas da platéia, mas seria muito bom receber de vocês questões que gostariam de ver respondidas no evento, assim poderemos colher material para suportar nossas respostas.

TEIA MG entrevista

Para quem não acompanhou a entrevista ao vivo, postei abaixo (após o jump) o vídeo gravado pelo pessoal da TEIA. O som está com um chiado bem chato mas é possível assistir e entender tudo.

Aproveito para agradecer o Guilherme, do Papo de Homem, que fez a entrevista e — ainda bem—, também deu seus pitacos.

Continuar lendo

TEIA MG

Dia 2 de julho (próxima quinta), estarei das 10 às 12 horas sendo entrevistado pela TEIA MG, uma iniciativa do Governo de Minas para capacitar escolas, associações, sindicatos e comunidades. Aprendendo fazendo tecnologia, empreendedorismo e inovação.

O tema será meu livro Onipresente, a entrevista será transmitida ao vivo pela web com direito a chat. As perguntas serão moderadas e podem ser enviadas por esta ferramenta.

O chat e a transmissão estarão disponíveis na home do site da TEIA, meia hora antes do evento começar.

Lançamento do livro