Livros

A Primeira Tela

(escrito em co-autoria com Léo Xavier e Alon Sochaczewski)

Em 2010 escrevemos o #Mobilize, primeiro guia prático sobre como marcas, produtos e serviços poderiam e deveriam aproveitar as oportunidades do mundo da mobilidade. Um momento no qual o universo móvel era espaço para inovação e experimentação.

Eram 185 milhões de linhas de telefones celulares. Em fevereiro de 2011, este montante já estava em 207 milhões; em março de 2013, passou dos 264 e a internet móvel nunca esteve tão presente e acessível. Mobilidade está na mesa de discussões estratégicas de qualquer empresa que tenha um mínimo entendimento da relevância e potencial desse meio.

É nesse cenário que lançamos nosso novo livro: A Primeira Tela. 

Com ele, damos um passo à frente e escrevemos sobre mobilidade como plataforma de negócios, trazendo cases super atualizados que dão dimensão da potencialidade do meio, além de fazemos uma revisão e renovação de conceitos sobre o ambiente móvel.

www.aprimeiratela.com.br

 

Evolução – prepare sua empresa para inovar sempre

No Brasil, as empresas não tem um bom histórico quando falamos de investimento em inovação. As dificuldades e desculpas são muitas. Falta mão de obra qualificada, existe a constante cobrança de resultados no curto prazo e todas as dificuldades inerentes de viver um cenário em constante transformação.

Para dificultar, quando acontece, a inovação gera valor mas não é eterna. Por isso, as empresas precisam estar preparadas para inovar sempre.

Baseado nas experiências de fracasso e sucesso do autor, o livro apresenta os quatro pilares que devem ser trabalhados dentro da empresa para inovar de forma constante e sustentável.

www.livroevolucao.com.br

 

Mobilize

(escrito em co-autoria com Léo Xavier e Alon Sochaczewski)

Mobile marketing nada mais é do que marketing feito a partir e através de celulares e dispositivos móveis. Na encruzilhada entre publicidade e tecnologia, o marketing móvel é absolutamente complementar e simultâneo às outras mídias e permite construir uma relação, em tempo real, entre marcas e pessoas.

Somado a isso, vivemos num país onde há mais acesso à telefonia móvel do que à rede de esgoto ou água tratada. Por mais chocante que soe este fato, essa comparação serve para ratificar a altíssima penetração deste meio.

Como meio é mídia, nada mais natural do que entender o grande potencial dos dispositivos móveis quando aplicados a negócios e à comunicação.

O meio móvel é, portanto, muito mais uma plataforma que um veículo e, nesse sentido, presta-se às mais diversas disciplinas da comunicação, como publicidade, relacionamento, ativação, promoção ou marketing direto.

“Mobilize” é um guia prático e conciso para entender as reais aplicações dessa plataforma. Nele, há os principais conceitos de mobilidade, números e métricas deste mercado, além de cases já realizados pelas principais agências e anunciantes do mercado nacional.

Escrito por 3 profissionais ligados ao pioneirismo do comunicação digital, “Mobilize” é leitura obrigatória para quem que pensa na comunicação do amanhã e indispensável para aqueles que vivem o mercado de hoje.

www.mobilizebook.com.br

 

Onipresente

Em “A Estrada do Futuro” Bill Gates afirma como é importante saber exatamente a hora em que você tomou uma decisão errada e que, dia após dia, em sua carreira, ele pensou “será que foi agora que errei?”.

Já em “A Noite Americana”, numa cena hoje célebre, François Truffaut usa um diretor para ilustrar que o processo de decisão depende de um certo “gut feeling” (seja no mundo dos negócios, seja na arte).

Onipresente, o terceiro li­vro de Ricardo Cavallini, fala das mudanças que estão ocorrendo com o consumidor, nas agências, na comunicação. Não apresenta fórmulas mágicas, mas colabora com conhecimento, tão importante nesses tempos empíricos.

Se você ainda não entendeu essa tênue relação entre o “gut felling” e o conhecimen­to, vale lembrar a frase antológica de Lee Trevino, um dos golfistas de maior sucesso no mundo. Após uma tacada longa e precisa, uma voz feminina gritou da arquibancada: “Que sorte!”. E Trevino respondeu em voz baixa, mas perto dos microfones: “É minha senhora…quanto mais eu treino, mais sorte eu tenho.”

www.onipresentelivro.com.br

 

O Marketing Depois de Amanhã

O Marketing depois de amanhã fala sobre o aparecimento de novas tecnologias e a influência que elas poderão exercer no marketing nos próximos anos.

A obra traz prefácio de Washington Olivetto, presidente da W/Brasil.

“O Marketing Depois de Amanhã é um objeto que fisicamente parece um livro, mas na verdade é uma espécie de tradutor simultâneo de tudo que está acontecendo e mudando no marketing e na comunicação de hoje e de um futuro próximo: amanhã cedo, por exemplo.”

O autor discorre sobre a fragmentação da audiência frente às novas mídias, como celulares e videogames, sem utilizar uma linguagem técnica ou termos complicados. Ainda para facilitar o entendimento, as tecnologias foram separadas por capítulos, nos quais o autor se aprofunda apresentando vários cases.

O livro também pode ser lido no Google Book.

www.depoisdeamanha.com.br

 

A Arte de Desperdiçar Energia

A Arte de Desperdiçar Energia conta a história do Boa Bronha, um site amador campeão de audiência da Internet brasileira.

Segundo o Ibope, em apenas três meses, o despretensioso site passou a ser um dos mais visitados do Brasil. Só como comparativo, o Google tinha, na mesma época, uma média mensal de 35 milhões de páginas vistas por brasileiros. O Boa Bronha alcançou 1,8 milhão, em um único dia.

Em 2002, a pedido da empresa em que trabalhava na época, a Globo.com, o autor montou um site pornô amador para alavancar a audiência do portal.

A obra traz prefácio de Marcelo Tas, jornalista e comunicador de TV.

www.boabronha.com.br